domingo, 20 de abril de 2014

A princesa houve um dia que acordou cheia de febre e muito aflita na parte respiratória,não conseguia se quer dar a alimentação estava prostrada e a ficar com uma côr acizentada,estava em pânico pois mais uma vez estava tudo acontecer. 
Foram-nos buscar para ir diretamente para a urgência do Hospital do Barreiro,assim que cheguei lá só vi a médica mandar ela para a sala despiu-a rapidamente e pronto começava tudo de novo,o meu chão desabou.
Os dias seguintes estavam a complicar-se ela não estava a responder á medicação e nem ao O2,produzia cada vez mais secreções e sempre muito agitada,a minha menina estava mal e eu ali sem poder fazer muito a não ser orar e dar todo o amor e força a ela.
Numa manhã via as Tias e médicas a falarem umas com as outras e a dizerem para eu ter calma e que iam mudar a princesa para a sala 1,fiquei sem reação e só chorava os nervos a angústia e a raiva estava a poderar-se de mim e mais uma vez a passar tudo aquilo sozinha,eu tinha que ter bem os pés no chão e ganhar as forças e calma para lidar com aquilo tudo...porque infelizmente as nossas escolhas por vezes são as piores e vivem na desculpa!!
A médica veio falar o que mais uma vez estava á espera de ouvir,a Princesa iría ser transferida para os Cuidados Intensivos do HGO,as lágrimas não paravam e a raiva aumentava e a dor e só perguntava porquê ela e não quem me fez chegar ao parto prematuro...enfim. Tinha uma mistura de sentimentos que eu própria não sabia decifrar bem,era muita coisa na minha cabeça que tinha de digerir!!
Chegam os médicos do iném começam a fazer os procedimentos e pedem para eu sair,contra minha vontade porque iam intuba-la para depois seguir o seu destino. Já só a vi no HGO não a pude acompanhar e tiveram de me levar lá,estava sem rumo a minha cabeça pensava tudo e nada,eu só queria estar ao pé da minha menina e poder passar as tais energias que sempre lhe transmiti....Quando me chamaram e vi ela ligada mais uma vez ao ventilador,que dor ficou no meu peito estava tão serena e mais uma vez a lutar pla sua vida,do pouco que pude nessa noite estar com ela pus as minhas mãos por cima dela e toda a minha energia,força,fé e amor passei com a maior garra e esperança que ela iria dar a volta por cima. Despedime dela com um até amanhã e fui com muita pena minha embora.
Quando cheguei a casa não sei porquê deu-me uma vontade de ligar para lá e perguntar por ela e por coincidência a médica estava precisamente a querer ligar para mim,a minha menina tinha arrancado os tubos do ventilador ela sempre foi muito marota arranca tudo ainda hoje. Para não entuba-la mais uma vez e isso poderia trazer riscos optaram em por outro suporte de O2 e ver a reação dela a mudança,claro que fiquei super contente e ao mesmo tempo apreensiva e com medo,lá esta mais uma vez a tal mistura de sentimentos. 
Esteve uma semana nos Cuidados Intensivos e a melhorar dia após dia e sempre com o seu mau feitio ,pois quando começava a melhorar lá estava a Princesa a refeilar!! Teve alta de lá e fomos para a nossa segunda casa é assim que considero o Hospital do Barreiro,onde ela melhorou depois o resto.
A minha vida com ela tem sido complicada e eu por vezes sinto-me como inútil de querer fazer mais e ao mesmo tempo cansada e esgotada porque faço demais,sei lá acho que ando um pouco perdida por vezes no que sinto mas,como tudo na vida supera-se tudo quando o amor é tão grande.


Princesa Encatada!!